quinta-feira, 10 de março de 2011

PLANEJAMENTO - ARTES

Com o intuito de submeter a apreciação de pais, colegas professores, alunos, comunidade, coordenação, direção e todos que se interessarem pela rotina da escola, fica a disposição o planejamento da disciplina de Artes para este ano de 2011, conforme segue abaixo. 

Planejamento - 2011
Disciplina – Artes
Professor – Denis Basílio de Oliveira
Ensino Fundamental – 5ª série
E. E. José Alves de Cerqueira César
Conteúdo
1º bimestre
- Conceitos sobre leitura
- Introdução do Projeto “Leitura Solidária”.
- A tridimensionalidade como elemento estético no território de forma-conteúdo.
- A tridimensionalidade nas linguagens artísticas

Competências e habilidades
Perceber as diferentes entonações  no ato de narrar.
- Estabelecer diferenciações entre os espaços bi e tridimensional.
- Reconhecer e interpretar a linguagem tridimensional em produções artísticas.
- Operar com a tridimensionalidade na criação de ideias na linguagem da arte.
2º - bimestre
- Desenvolvimento do Projeto “Leitura Solidária”.
- Gravação e interpretação de narrativas faladas.
- O espaço no território de linguagens artísticas.
- A dimensão artística do espaço no decorrer dos tempos
Competências e habilidades
- Reconhecer a própria voz e refletir sobre sua clareza
- Reconhecer, interpretar e estabelecer diferenciações entre as linguagens artísticas tendo o espaço como foco.
- Desenvolver as percepções visual, sonora, espacial e cinestésica na leitura e na criação de ideias nas linguagens da arte.
- Operar o pensamento analítico na distinção dos modos de utilizar o espaço nas diferentes linguagens da Arte no decorrer do tempo.

3º - bimestre
- A luz e a sombra como suporte, ferramenta e matéria da Arte.
Competências e habilidades
- Operar a luz como elemento, ferramenta e matéria presente nas diferentes linguagens artísticas.
- Perceber a dimensão simbólica da luz como geradora de sentido e de múltiplas significações na Arte.
- Compreender luz  sombra como qualidades estéticas e expressivas na obra de arte.
- Distinguir a sonoridade provocada por fontes distintas.
4º - bimestre
- Olhares sobre a materialidade da Arte.
Competências e habilidades
- Manejar e experimentar suportes, ferramentas e materiais em processos de criação em Arte.
- Reconhecer e experimentar o corpo o corpo como suporte e matéria das artes cênicas.
- Perceber e experimentar a voz como matéria e suporte da música.
- Praticar atitude reflexiva sobre o estudo, a pesquisa e a produção realizada no ano letivo.
- Sintetizar os conceitos e procedimentos estudados e experimentados em Arte durante o ano letivo.

Metodologia
Problematizar as questões de maneira que permita a participação do aluno e sua posição diante do assunto estudado.
Privilegiar os conceitos que permitam construir os saberes para que o aluno adquira competências e habilidades para avançar com autonomia nos estudos.
Valorizar a imaginação criadora e sua poética pessoal.
Instigar a pesquisa ampliando o repertório cultural e social.
Contextualizar e dar sentido aos conteúdos aprendidos.
Aprender com o fazer, saber apreciar e compreender a importância no dia-a-dia.

Avaliação
Contínua e acumulativa com correções dos trabalhos realizados, da participação, das pesquisas feitas, dos registros em sala e das ações em ambiente de aula.


Observação: Como cada aluno é único, cada sala apresenta diferentes maneiras de aprender com tempos variados, ou seja, mesmo seguindo o planejamento para mesmas séries, cada uma terá uma abordagem diferenciada e os conteúdos nem sempre caminham igualmente, como também a maneira de transmitir as informações em cada série. Portanto o que e como será ministrado dependerá de cada turma. Mas, ao final todos receberão mesmo conteúdo.

domingo, 6 de março de 2011

Reunião de Pais no Cerqueira César

O link abaixo, contem às informações que foram transmitidas durante a reunião de pais que ocorreu no dia 12 de fevereiro de 2011. Entre elas estão: horário; recursos didáticos; normas; condutas; deveres, direitos; projetos realizados e em andamento; recuperação; formatura; SARESP; regimento escolar e destaques entre outras questões importantes sobre a escola.

Instruções para quem nunca acessou arquivos desta forma na internet.

É só Clicar sobre o link que uma nova janela se abrirá. É a página do Megaupload. Observe que logo abaixo surge uma contagem regresiva. Espere carregar que em seguida muda para Download Comum. Clic sobre esse ícone e uma nova janela para abrir  o arquivo em formato PDF aparecerá com tudo o que foi apresentado na reunião. Aproveite!

História da E.E. José Alves de Cerqueira César


Olá pessoal!
Como todos sabem, preservar os registros históricos permite saber de onde viemos, como e porque estamos no presente e nos aponta caminhos para o futuro. Estamos em um lugar que tem passado, ou seja, origem. Estamos vivendo o agora e construindo o amanhã juntos. A informação nesse mundo contemporâneo é ferramenta de trabalho, quanto mais soubermos, mais  estaremos preparados para planejar as ações. 
Para quem ainda não tinha conhecimento da origem da escola,  e sua história  poderá agora informar-se e  aprofundar-se um pouco mais se desejar, por meio da pesquisa realizada pela Diretora Claudete Claudio Saker sobre a Escola Estadual José Alves de Cerqueira César.
Abaixo, uma síntese cronológica de sua pesquisa.

HISTÓRICO DA UNIDADE ESCOLAR


1915 – Grupo Escolar de Vila Galvão
Funciona precariamente na Velha Colônia da Indústria Cerâmica
28/11/1936 – Criou-se oficialmente por Decreto o Grupo Escolar de Vila Galvão
Alugado o velho Casarão situado à Rua Eugênio Machado da Silva, esquina com a Santo Antonio.
Diretora Oficial: Julieta Nogueira Binaldi
11/02/1937 – A escola é transferida para o Casarão de propriedade do cidadão benemérito Francisco Augusto.
A escola é transferida para antiga Avenida Cabuçu nº 37, mais tarde, Av. Pedro de Souza Lopes, pois a casa contava com mais salas e acomodações.
A escola possuía uma área com 3.075 m².
Com novas matrículas, em 20/07/1948 foram criadas mais 4 salas (Decreto 21/07/1948). Outro Decreto de 28/09/1949 cria mais duas salas.

Em 1950, através de uma reforma, foram criadas mais duas salas para Educação Infantil.
Por Decreto de 05/10/1951 instalou-se 12 classes com mais ou menos 40 alunos cada.

17/06/1951 – Decreto 20.519 – O Grupo Escolar de Vila Galvão passa a ser chamado Grupo Escolar “José Alves de Cerqueira Cesar”.




1961 – O Grupo Escolar “José Alves de Cerqueira Cesar” muda-se para onde hoje está localizado o Centro Cultural, com 13 salas de aula. Foi demolido aquele prédio em 1991 (Lago dos Patos).
1974 – Passa chamar-se Escola Estadual de Primeiro Grau “José Alves de Cerqueira Cesar”.

1976 – Nova Sede em junho de 1976. Passa para o atual prédio situado Avenida São Luiz, 451 – Vila Rosália. Inaugurada pelo governador Paulo Egydio Martins

1996 – Passa chamar-se  Escola Estadual “José Alves de Cerqueira Cesar”

2005 – Alteração do número do prédio para Avenida São Luiz, 484 – Vila Rosália.


Ex-diretores e atual diretor que contribuíram para o desenvolvimento da EE José Alves de Cerqueira Cesar


1937 a 1943 – Julieta Nogueira Binaldi
1943 a 1944 – Otávio Monteiro de Castro
1944 a 1949 – Durval Macedo
1949 a 1954 – Orlindo Falconi
1954 a 1955 – Nair Rodrigues Cruz
1956 a 1958 – Edevaldo Freitas Gaia Santana
1958 a 1968 – Georgina Maluli
1968 a 1968 – Darcy Corrêa (Diretor Interino)
1968 a 1969 – Hélio de Almeida Campos
1970 a 1970 – Darcy Corrêa (Diretor Interino)
1970 a 1970 – Aldo do Amaral Garboggin
1971 a 1977 – Darcy Corrêa (substuição a Athenas Apparecida Gonzalez)
1978 a 1979 – João Jacob Tavares
1979 a 2004 – Antonio Guadal de Sordi
2005            – Claudete Claudio Saker